sexta-feira, 8 de julho de 2016

Orientação solar

Um aspecto central porém frequentemente desvalorizado, a posição e a orientação da construção.


Pontos importantes na concepção arquitetônica partem (ou pelo menos deveriam partir) da orientação solar. Um projeto de arquitetura deve levar em conta os aspectos da natureza onde ele está inserido e o sol em um país tropical como nosso protagoniza várias decisões projetais. Uma edificação posicionada de forma adequada é mais eficiente energeticamente, mais econômica e salubre.
O posicionamento de aberturas, como por exemplo portas e janelas, devem ser projetado e dimensionado de acordo com a incidência solar do local. Isso tem um impacto importante sob a eficiência energética do sistema de resfriamento ou de aquecimento assim que da iluminação dos espaços.
É aconselhável posicionar janelas de banheiros e depósitos que são áreas de pouca permanência nas fachadas que estão voltadas para norte e oeste, já quartos e salas ou locais de trabalho que são de longa permanência, o aconselhável é que as aberturas sejam posicionadas nas fachadas leste que recebem o sol da manhã.
Quando não é possível posicionar as aberturas de acordo com a orientação mais adequada, podemos recorrer a soluções que amenizam e filtram a incidência solar excessiva, recomendamos o uso de brise soleil que são dispositivos de controle solar fixos ou móveis e podem ser fabricados de diversos materiais.
Outros itens de projeto que também devem ser posicionados de acordo com o sol são as placas solares e placas fotovoltaicas. Para conseguir tirar o máximo de aproveitamento e fazer com o que o investimento nesse tipo de equipamento seja eficiente, é preciso posicioná-las de forma correta nos telhados. Aqui no hemisfério sul, o local mais adequado para esse posicionamento é deixá-las voltadas para a orientação norte, onde a incidência solar é constante.
Outro recurso é o uso de vegetação, que além de filtrar o excesso de sol auxilia a compor o espaço com cheios e vazios da massa vegetal e dão sensação de bem estar a quem frequenta os ambientes.
Outro item de projeto que depende intimamente da incidência solar são as piscinas. Através de um estudo arquitetônico é possível orientá-las de forma coerente fazendo com que receba luz solar direta e que a temperatura da água fique agradável por mais tempo durante o dia.

Exemplo de orientação solar no projeto.


Como exemplo do estudo de incidência realizado no escritório temos o gif abaixo, que mostra a orientação solar em uma piscina durante vários meses do ano, no mesmo horário. Fizemos esse estúdio para uma area de lazer de uma residencia localizada no condomínio Dahma I.

O grande desafio foi que a área onde a piscina devia ser implantada estava muito próxima de uma edificação bastante alta que sombreava parte do lote. O estudo da orientação solar foi determinante para o posicionamento correto e principalmente para a composição do desenho da forma e escolha de materiais de acabamento para esse equipamento. Note que em todos os meses do ano a piscina recebe luz solar direta.

Para mais informações sobre nosso escritório, pode curtir nossa página no Facebook, visualizar nosso Site ou conhecer um pouco mais nossos Valores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário